Minha querida, acabamos de completar 33 anos e eu te escrevo pra contar como estão as coisas por aqui e agradecer.

Aprendi tanto com tua generosidade, com tua vontade de acertar e esforço pra agradar para que tudo saísse perfeito.  Aprendi com as vezes em que você engoliu o choro, com as vezes em que você se calou pra não ofender ou por medo de defender suas ideias.

Olho pra trás com orgulho de você ter mudado a rota, os planos, a vida “segura” em busca do que acreditava, foi tão importante, tão inspirador. Até hoje se o medo bate, eu lembro de você firme e fazendo de conta que não ouvia as vozes que insistiam em repetir: “Isso não é pra você!”, “Você não vai conseguir!”, “Por que você não faz igual fulano?”. E você foi deslizando feito rio, contornando pedras, indo, às vezes mais devagar, noutras cachoeira, sempre indo, indo…

Eu consegui, viu!!!

Consegui manter aquele sorriso largo que você me ensinou, cuidei pra não deixar endurecer a sua leveza, sua fé no mundo e nas pessoas, sua confiança de que todo mundo é bom. E é! Todo mundo tem beleza, bondade, luz, você me ensinou e eu não esqueci.

E eu to realizando, passinho por passinho, cada sonho que você planejou pra mim, lá atrás… Quando você ia caminhando pra escola no meio do mato e ficava imaginando histórias, cenas… Eu já conheci vários lugares que você imaginou, conversei com pessoas que você queria conversar e to cuidando do nosso sonho.

Lembra quando você se definia: “Eu sou uma menina cantante!” lá no seu primeiro perfil de rede social? O nosso amadurecimento foi meio turbulento, a gente levou uns chacoalhões da vida, né? Hoje eu não vejo mais uma menina nas fotos. Vejo uma mulher. Bem além das mudanças físicas, a mulher que nos tornamos tem um olhar brilhante, cheio de confiança.  

Tenho meu abrigo dentro de mim e quanto mais me conheço, mais me amo. Você tá aqui dentro com todos os seus erros e acertos e eu sou muito grata.

Antes de me despedir quero te mostrar a letra de uma nova canção, logo vou colocá-la no mundo pra quem quiser ouvir e ela conta direitinho sobre essa nossa transformação e como é boa essa nova fase, se chama: “Bem-vindo amor próprio”.

Um beijo minha menina Lilian

Com amor <3

Lilian, mulher.

_______________________________________________________________________________

Letra da canção: Bem-Vindo Amor Próprio

 

Algo bom em mim se modificou

Vibro a sensação, gosto da canção

É um grande amor

Vou descomplicar nosso bem querer

Posso perdoar, posso aceitar

Eu amo você

 

Não me perco mais

Sei que sou capaz

Tenho meu abrigo

Vou pedindo proteção

Eu não canto em vão

Se precisar eu grito  

 

Assim como a si mesmo

Isso de se amar não é brincadeira

Ninguém dá o que não tem

Sou o meu amor pela vida inteira  

 

Algo bom em mim se modificou

Posso perdoar, posso aceitar

Sou o meu amor

 

 

Tags:
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?